Secções e Grupos de Trabalho

Secções SPA

Grupos de Trabalho

Medicina Perioperatória

O notável aumento da segurança da anestesia nas últimas décadas, traduzido pela drástica redução das taxas de mortalidade e de morbilidade intraoperatórias, não conduziu a equivalente redução da morbimortalidade pós-operatória. Num ambiente de recursos limitados, com crescentes pressões em termos de complexidade e volume de trabalho, é indispensável sustentar a elevada fiabilidade dos processos de anestesia e alargar o foco à segurança e fiabilidade do período perioperatório.

O Grupo de Medicina Perioperatória da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia é constituído por um conjunto de membros da Sociedade, focados em acrescentar valor aos cuidados perioperatórios.

Presidente da Secção de Medicina Perioperatória
Ana Cristina Amaral
Assistente Graduada com o grau de Consultor
Centro Hospitalar São João
acristinamaral@gmail.com

Vice-Presidente
Marcos Pacheco
CH Entre-Douro e Vouga

Vogais
Lurdes Bela (CH U. Coimbra)
Magda Fortunato e Alice Santos (CH S. João)
Patrícia Conde (CH Lisboa Norte)

Objetivos

O alinhamento de objetivos é essencial à contribuição para a melhoria sustentada da performance do desempenho do período perioperatório. O fortalecimento dessa performance, é importante para o futuro sucesso dos sistemas de saúde.

1. Elevar os standards da medicina perioperatória ao melhor nível possível, promovendo a segurança do doente e a melhoria dos indicadores de resultado;

2. Fomentar o seguimento e a articulação de sinergias ao longo do percurso do doente proposto para cirurgia, com particular relevo para o doente de alto risco;

3. Estimular uma cultura de aprendizagem com o erro, fomentando a notificação sistemática nos sistemas de informação relevantes, nomeadamente de reações
medicamentosas e de incidentes, nos portais RAM e notific@, respetivamente;

4. Identificar áreas de melhoria e promover a elaboração de recomendações transversais ao período perioperatório, em articulação com níveis verticais de organização.

5. Apoiar a implementação de programas de melhoria da qualidade;

6. Promover políticas de proteção do doente e da relação médico-doente, particularmente, em grupos de risco de vulnerabilidade;

7. Fomentar a comunicação segura em associação às orientações de boa prática, de forma transversal ao percurso do doente;

8. Compilar e divulgar documentos científicos entre os pares.

9. Encorajar a educação, a pesquisa científica e o envio para publicação na revista da SPA, de trabalhos validados e de interesse na área da medicina perioperatória;

10. Ser um agente catalizador de eficácia e eficiência da medicina perioperatória, promovendo uma cultura de qualidade, em estreita comunicação com níveis multi e interdisciplinares, e com os doentes. Estabelecer canais de comunicação eficazes com Associações de Doentes e Grupos Profissionais que tenham objetivos idênticos.

DOWNLOADS

estatutos_medicina_perioperatoria
Contacte-nos

Entre em contacto connosco para qualquer dúvida. Envie-nos um email.

Not readable? Change text. captcha txt

Inicie a pesquisa e carregue no Enter para pesquisar