Secções

Secções SPA

Medicina da Dor

A Secção de Medicina da Dor é uma secção autónoma, integrada na Sociedade Portuguesa de Anestesiologia e vocacionada para a promoção da excelência profissional, científica e operacional nesta área. Considerando a Anestesiologia Portuguesa como Especialidade perita no tratamento da dor, a secção tem por objetivos:

  • Constituir-se como plataforma de discussão, partilha de conhecimentos e experiências no âmbito da dor aguda e da dor crónica, promovendo o desenvolvimento de estratégias ativas e intervenientes entre os anestesiologistas, com outros profissionais de saúde e organizações nacionais e internacionais que participam na gestão e tratamento da dor;
  • Fomentar a interligação entre Unidades de dor aguda e de dor crónica;
  • Elaborar e divulgar recomendações de acordo com a mais recente e demonstrada evidência internacional, mas com foco de aplicabilidade e exequibilidade nacional;
  • Promover o ensino e a atualização de conhecimentos nesta área;
  • Ser interlocutor reconhecido junto de entidades para os assuntos relacionados com a dor aguda e a dor crónica.

Presidente Medicina da Dor
Rui Valente
Carreira Profissional:
Monitor além do quadro da cadeira de Medicina I, do Curso de Medicina – Instituto de Ciências
Biomédicas Abel Salazar, Universidade do Porto, 1986-88
Médico Interno Geral – Hospital Geral de Santo António, 1987-88
Médico Interno Complementar – Serviço de Anestesiologia do Hospital Geral de Santo António, 1989-94
Assistente Eventual – Serviço de Anestesiologia do Hospital Geral de Santo António, 1994-95
Assistente Hospitalar – Serviço de Anestesiologia do Instituto Português de Oncologia do Porto Francisco Gentil, EPE, 1995-2002
Assistente Hospitalar Graduado – Serviço de Anestesiologia do Instituto Português de Oncologia do Porto Francisco Gentil, EPE, 2002-2020
Assistente Hospitalar Sénior – Serviço de Anestesiologia do Instituto Português de Oncologia do Porto Francisco Gentil, EPE, 2020

Cargos:
Coordenador da Unidade de Dor Aguda – Instituto Português de Oncologia do Porto Francisco Gentil, EPE, 1999-
Diretor do Bloco Operatório Central – Instituto Português de Oncologia do Porto Francisco Gentil, EPE, 2010-
Diretor da Unidade de Cirurgia de Ambulatório – Instituto Português de Oncologia do Porto Francisco Gentil, EPE, 2012-
Coordenador do grupo de trabalho “Medicina da Dor – Dor Aguda” – Sociedade Portuguesa de Anestesiologia, 2016-2020

Vogal
Pedro Trincão
Qualificações Académicas (Graus/Áreas/Universidades/Datas):
Licenciatura em Medicina – Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra – 1994-2000
Pós-graduação Hidrologia e Climatologia – Faculdade de Medicina Universidade de Coimbra – 2001
Especialidade de Anestesiologia – Hospitais da Universidade de Coimbra – 2003-2007
Pós-graduação Medicina da Dor – Faculdade de Medicina da Universidade do Porto -2009-2010
DOe (Diploma em osteoetiopatia) – Academie de Thérapie Manuelle et Sportive – 2013-1016

Qualificações Profissionais e Hospitalares (Títulos ou Graus/Datas):
Assistente Hospitalar de Anestesiologia desde 2007
Grau Consultor Anestesiologia desde 2016

Cargos/Instituições/Datas de Começo:
Assistente Hospitalar de Anestesiologia – Hospitais da Universidade de Coimbra 2007-2008
Assistente Hospitalar de Anestesiologia – Centro Hospitalar do Médio Tejo – 2008-20013
Responsável Unidade de Dor – Centro Hospitalar Médio Tejo – 2008- 2013
Diretor de Departamento de Anestesiologia e Bloco Operatório – Centro Hospitalar Médio Tejo -2011-2013
Membro Comissão Farmácia e Terapêutica – Centro Hospitalar Médio Tejo – 2011-2013
Medico VMER – INEM Hospitais Universidade de Coimbra e Centro Hospitalar Médio Tejo – 2004-2013
Médico Formador Administração Regional de Saúde 2007-2010
Responsável Anestesiologia – Idealmed de 2014 a 2018
Coordenador Anestesiologia e Medicina da Dor – Hospital da Luz Coimbra desde 2018

Secretária
Cristina Carmona
Assistente hospitalar graduada no Hospital Fernando Fonseca (HFF) desde 2005.
De 2014 a 2017 dirigiu o Bloco Operatório do mesmo hospital.
Pós-graduação em Hipnose Clinica e Experimental, pela Faculdade Medicina Lisboa em 2012.
Desde julho 2019, assume a coordenação do Projeto ERAS no HFF nas áreas colo-retal e bilio-pancreática com certificação pela ERAS Society.
É coordenadora da Unidade Dor Aguda do HFF desde 2008 e responsável pelo estágio de Anestesia em Urologia, desde 2000. Foi e é, orientadora de Formação Específica no Internato Complementar Anestesiologia. Foi investigadora principal no HFF para o estudo Periscope (2012) e Popular da European Society Anesthesiology (2018), já publicados.
Integra a Secção da Anestesia da Associação Portuguesa de Cirurgia Ambulatória. Participa regularmente em acções de formação para outros profissionais de saúde (médicos, enfermeiros, farmacêuticos) desde 2001.
Participou como palestrante e na moderação de mesas temáticas nos congressos da SPA (2017, 2018 e 2019), nos congressos ibéricos da APCA/ASECMA (2012, 2016 e 2018) e no congresso mundial de cirurgia ambulatória- 13th IAAS internacional congress on ambulatory surgery 2019.
Integrou a Comissão de organização Local do VII Congresso Ibérico de Cirurgia Ambulatória em 2018, onde coordenou cursos satélites.
Integrou a comissão cientifica do Congresso nacional da SPA 2019.
Autora principal do Manual de Protocolos para Pós-operatório do HFF(2012), coautora das recomendações nacionais na abordagem da dor aguda da Sociedade Portuguesa Anestesiologia (2018).
Autora e coautora de várias recomendações nacionais da Associação Portuguesa Cirurgia Ambulatória: Abordagem de náuseas e vómitos; dor aguda; anestesia regional; abordagem anestésica do doente idoso e obeso em cirurgia ambulatória.
Autora do capítulo “Analgesia, anestesia e hipnose: Aplicação prática”,cap.6, “ Hipnose clínica”, Lidel 2013

DOWNLOADS

estatutos_medicina_dor
recomendacoes_medicina_dor
Contacte-nos

Entre em contacto connosco para qualquer dúvida. Envie-nos um email.

Not readable? Change text. captcha txt

Inicie a pesquisa e carregue no Enter para pesquisar